Egito/Transição

Forças armadas do Egito anunciam eleições legislativas em setembro

Mamdouh Chahine (d), membro do Conselho supremo das forças armadas, anunciou legislativas em setembro.
Mamdouh Chahine (d), membro do Conselho supremo das forças armadas, anunciou legislativas em setembro. Reuters

O exército, que dirige atualmente o Egito, anunciou a organização de eleições legislativas para o mês de setembro. A imprensa local acredita que as presidenciais serão realizadas em setembro de 2012.

Publicidade

O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo general Mamdouh Chahine, membro do Conselho supremo das forças armadas (CSFA). Segundo ele, as legislativas serão realizadas em setembro e as presidenciais devem acontecer em 2012. O calendário divulgado prolonga mais do que previsto o retorno do país a um governo civil, após a queda do presidente Hosni Mubarak. Pouco depois da renúncia do chefe de Estado, o exército havia prometido a organização de legislativas até meados de agosto.

O general Chahine disse que as forças armadas devem informar nos próximos dois dias a data das eleições presidenciais. A imprensa egípcia acredita que o pleito será realizado em setembro de 2012.

Os analistas acreditam que as eleições realizadas rapidamente poderiam beneficiar a Irmandade Muçulmana, força política mais organizada do país atualmente, além dos ex-membros do partido de Mubarak. Mas as eleições tardias poderiam ser vistas como uma tentativa dos militares de continuar no poder.

O Egito já havia organizado no último dia 19 um referendo para revisar a Constituição do país. O texto foi aprovado por 77% dos participantes.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI