Onu/Costa do Marfim

Conselho de Segurança adota sanções contra Laurent Gbagbo

Todos os membros do Conselho de Segurança da ONU aprovaram as sanções contra Laurent Gbagbo.
Todos os membros do Conselho de Segurança da ONU aprovaram as sanções contra Laurent Gbagbo. Reuters

O Conselho de Segurança das Nações Unidas votou uma resolução impondo sanções ao ex-presidente da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo. O objetivo da decisão é pressionar o líder, derrotado nas eleições de novembro passado, para que ele deixe o poder.

Publicidade

O Conselho de Segurança da ONU adotou por unanimidade uma resolução impondo sanções ao ex-presidente da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo, além de vários membros de sua família e de sua equipe. A resolução 1975 ordena o congelamento dos bens, além de proibir as viagens de cinco pessoas, entre elas o próprio Laurent Gbagbo e sua mulher Simone.

Os membros do conselho também pediram a Gbagbo que se retire imediatamente do poder e entregue o cargo a seu rival, Alassane Outtara. O ex-presidente perdeu as eleições em novembro, mas se recusa a deixar o poder, mesmo se Ouattara já foi reconhecido pela comunidade internacional como chefe de Estado oficial do país.

Na resolução, o Conselho de Segurança confirma seu apoio às forças da ONU na Costa do Marfim para que usem "todas as medidas necessárias” para garantir o mandato do novo presidente e proteger os civis, além de impedir o uso de armas contra a população. Desde as eleições presidenciais de novembro os marfinenses vivem em plena crise política, com confrontos violentos entre os defensores dos dois campos, que já fizeram mais de 400 mortos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI