Síria/repressão

Forças governamentais bombardeiam Deraa e seis morrem em ataque à mesquita

Imagem extraída de um vídeo amador realizado durante a manifestação de Deraa, na Síria, na sexta-feira.
Imagem extraída de um vídeo amador realizado durante a manifestação de Deraa, na Síria, na sexta-feira. Reuters

As forças governamentais bombardearam neste sábado a cidade de Deraa, no sul do país e atacaram a mesquita Omari, onde seis pessoas, incluindo uma mulher grávida e seus dois filhos teriam morrido durante operação. A informação é de um militante de uma ONG de defesa dos direitos humanos.

Publicidade

Entre as vítimas, segundo o ativista Abdallah Abazid, está o filho de um imã da mesquita de Omari, que é procurado pela polícia da Síria. Ele teria sido morto por ter se negado a dizer onde seu pai está escondido.

“Os bombardeios se intensificaram. É o pior dia. As mulheres e as crianças estão nos tetos das casas gritando ‘ Alá é mais forte que o tirando’, disse à agência Reuters, por telefone, um morador do bairro de Manchia.

Outros moradores informam que atiradores estão posicionados nos tetos da mesquita Omari e controlam, pela primeira vez, toda o centro antigo da cidade, berço da revolta popular contra o presidente Bachar Al-Assad.

A repressão brutal do regime sírio tem reforçado o pedido dos opositores para a renúncia do presidente Al Assad. Os tanques e os militares comandados por um irão de Bachar, Maher, começaram a penetrar na cidade de Deraa na segunda-feira, e promoveram cortes de eletricidade e interrupção das telecomunicações.

Uma fonte militar disse à agência oficial Sana que as forças sírias combatem “grupos armados terroristas” e teriam encontrado grande quantidade de armas e munição. Na operação, seis integrantes desses grupos morreram e 149 teriam sido presos.

Segundo a ONG síria de direitos humanos Saouassiah, desde o início das manifestações contra o governo, cerca de 560 civis já morreram. Apesar da forte repressão, no sábado à noite, milhares de pessoas foram às ruas na cidade de Banias para pedir a renúncia do presidente Bachar Al-Assad.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI