Acesso ao principal conteúdo
Síria/Sanções

Novas sanções europeias contra Síria entram em vigor

Reunião de líderes europeus, em Bruxelas.
Reunião de líderes europeus, em Bruxelas. The Council of the European Union
Texto por: Adriana Brandão
1 min

A União Europeia aumenta a pressão sobre o regime sírio. Nesta sexta-feira entrou em vigor uma nova série de sanções visando Damasco, a terceira, desde o início da repressão aos opositores.  

Publicidade

A principal medida, publicada hoje no diário oficial da União europeia, amplia a lista de personalidades ligadas ao regime sírio visadas pelas sanções europeias. Três iranianos e mais quatro empresas foram incluídos na lista de instituições e personalidades que terão seus bens congelados na Europa e serão proibidos de entrar no bloco.

Os três iranianos são os responsáveis pelos Guardiões da Revolução, o exército de elite do Irã, e são acusados pelos europeus de fornecer material e apoio para o regime do presidente Bashar Al-Assad reprimir com violência seus opositores.

Os chefes de estado e de governo reunidos em Bruxelas também devem aprovar uma declaração final condenado com mais firmeza o regime sírio que, segundo os líderes europeus, perdeu toda a legitimidade ao continuar reprimindo com violência os opositores ao invés de cumprir as promessas de promover verdadeiras reformas políticas no país.

O presidente Bashar Al-Assad e mais 22 integrantes do regime sírio já tinham sido alvo das primeiras duas rodadas de sanções europeias. A União Europeia também impôs, no início de maio, um embargo de venda de armas para a Síria.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.