Afeganistão

Países se unem para ajudar Afeganistão

Em Istambul, os presidentes Hamid Karzai,do Afeganistão (à esq.), Abdullah Gul, da Turquia (centro) e Asif Ali Zardari, do Paquistão (à dir.).
Em Istambul, os presidentes Hamid Karzai,do Afeganistão (à esq.), Abdullah Gul, da Turquia (centro) e Asif Ali Zardari, do Paquistão (à dir.). Reuters
Texto por: RFI
2 min

Depois de uma reunião em Istambul, na Turquia, treze países se associaram para ajudar o país, totalmente destruído pela guerra. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo chefe da diplomacia turca Ahmet Davutoglu.

Publicidade

O chamado " Processo de Istambul" compreende um pacote global de medidas em várias áreas como segurança, reconstrução civil, saúde e luta contra o terrorismo, extremismo e tráfico de drogas. Os treze países envolvidos na iniciativa são, além do próprio Afeganistão, China, Índia, Irã, Casaquistão, Paquistão, Rússia, Arábia Saudita, Tadjiquistão, Turquia, Emirados Árabes Unidos e Turcomenistão.

Treze outras nações, entre elas, Estados Unidos, França e Alemanha, além de organizações internacionais como ONU, OTAN e União Europeia, declararam apoiar a ação.

Todos os países envolvidos no processo têm encontro marcado em junho de 2012, em Cabul. Eles se comprometem a "combater e eliminar o terrorismo sob todas as suas formas", uma missão ambiciosa mencionada no texto final. 

Na abertura do encontro, o presidente afegão Hamid Karzaï pediu à comunidade internacional mais solidariedade e cooperação para seu país, alegando que a paz será "uma ilusão" enquanto o terrorismo não for varrido do território.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI