Coreia do Norte/satélite

Coreia do Norte cria tensão com EUA ao anunciar lançamento de foguete

Marinha sul-coreana realiza exercícios militares em junho de 2009
Marinha sul-coreana realiza exercícios militares em junho de 2009 REUTERS
Texto por: RFI
2 min

A Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira que em abril lançará um foguete para colocar um satélite em órbita. A ação viola a resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas adotada após outro lançamento, feito em 2009.

Publicidade

A operação está prevista para acontecer entre 12 e 16 de abril, em comemoração ao centenário de nascimento do fundador da Coreia do Norte, Kim Il Sung, segundo a agência oficial norte-coreana KCNA. Um foguete lançará o satélite de observação terrestre norte-coreano.

A agência justificou o projeto afirmando que os satélites "são necessários para o desenvolvimento econômico do país" e "fazem parte das atividades pacíficas espaciais". Os argumentos são semelhantes aos utilizados no lançamento anterior, quando o país foi condenado pelo Conselho de Segurança da ONU e sofreu um reforço das sanções econômicas.

Nesta manhã, o Japão condenou o anúncio e pediu que a Coreia do Norte desista da operação. A diplomacia sul-coreana divulgou um comunicado no qual exprime "profunda preocupação" com o anúncio da vizinha e disse que se trata de um ato "grave e provocador". Os Estados Unidos também denunciaram o projeto norte-coreano.

Segundo a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, o lançamento de um míssil de longo alcance cria problemas de segurança para a região e é contrário ao compromisso assumido pelo país. “Trata-se de uma violação direta de suas obrigações internacionais e uma grande provocação", declarou. As resoluções 1718 e 1814 do Conselho de Segurança da ONU proíbem a Coreia do Norte de realizar testes utilizando mísseis balísticos.

O anúncio acontece cerca de duas semanas depois da Coreia do Norte ter aceitado a suspensão de testes nucleares com mísseis, dentro de um acordo assinado com os Estados Unidos. Em troca, o governo americano enviará 240 mil toneladas de ajuda alimentar.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI