EUA/Brasil

EUA e Brasil vão proteger denominações “cachaça” e “bourbon”

Um copo de uísque.
Um copo de uísque. Chris huh

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira um acordo com o Brasil para a proteção de bebidas alcoólicas típicas de cada país, respectivamente o bourbon e a cachaça. O documento é um dos acordos de cooperação que vão ser assinados durante visita da presidenta brasileira, Dilma Rousseff, aos Estados Unidos.

Publicidade

O anúncio foi feito pelo representante americano de comércio exterior, Ron Kirk.

Dessa forma, a cachaça vai ser reconhecida nos EUA como um produto exclusivamente brasileiro e não mais uma espécie de rum. Já o Bourbon, o uísque de milho da região do Tennessee, no sul dos Estados Unidos, deixa de ser mencionado como scotch, que é o uísque escocês.

O reconhecimento e proteção das denominações  “cachaça” e “bourbon” é um dos seis acordos de cooperação em diversas áreas que vão ser firmados entre os dois países durante a viagem oficial de dois dias de Dilma, que será recebida nesta segunda-feira pelo colega norte-americano Barack Obama.

A presidenta chegou domingo à tarde em Washington. Ela vem acompanhada de sete ministros: Antonio Patriota (Relações Exteriores), Fernando Pimentel (Desenvolvimento), Glesi Hoffmann (Casa Civil), Alozio Mercadante (Educação), Marco Antonio Raupp (Ciência e Tecnologia), Agnaldo Ribeiro (Cidades) e Helena Chagas (Comunicação).
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI