Acesso ao principal conteúdo
EUA/Afeganistão

Jornal americano revela fotos de soldados com cadáveres afegãos

Uma das fotos publicadas nesta quarta-feira pelo Los Angeles Times, mostrando soldados americanos posando com restos mortais de rebeldes afegãos.
Uma das fotos publicadas nesta quarta-feira pelo Los Angeles Times, mostrando soldados americanos posando com restos mortais de rebeldes afegãos. http://www.latimes.com
Texto por: RFI
3 min

O secretário americano da Defesa, Leon Panetta, condenou "com firmeza" nesta quarta-feira o comportamento dos soldados americanos que se fotografaram com cadáveres de rebeldes afegãos. As imagens foram reveladas hoje pelo Los Angeles Times. Panetta também se disse "decepcionado" com a publicação dessas imagens pelo jornal americano.  

Publicidade

"Essas imagens não representam de maneira nenhuma os valores ou o profissionalismo da vasta maioria dos soldados americanos que servem atualmente no Afeganistão", disse o chefe do Pentágono em um comunicado.

O Los Angeles Times revelou nesta quarta-feira que alguns soldados da 82ª divisão de paraquedistas haviam se fotografado com os restos de kamikazes afegãos na província de Zabul (sudeste) em 2010.

Em fevereiro de 2010, vários soldados enviados para recolher as impressões digitais e tentar recolher a impressão retiniana de um rebelde que havia explodido uma bomba presa ao próprio corpo se fotografaram segurando restos de pernas.

Alguns meses mais tarde, outros soldados da mesma divisão se fotografaram novamente com cadáveres de rebeldes. Uma foto mostra dois soldados posando com a mão de um cadáver com o dedo médio levantado. Uma outra mostra um soldado apertando a mão de um homem barbudo morto, segundo o jornal americano.

Esse caso acontece em um momento delicado para as forças da coalição, após o episódio dos exemplares do Corão incinerados na base militar de Bagram (norte), que havia provocado vários dias de manifestações violentas no país, e o massacre de 17 civis, incluindo várias mulheres e crianças, por um sargento americano.

"Uma investigação que pode resultar em um processo disciplinar está sendo realizada", garantiu Leon Panetta, que participa em Bruxelas de uma reunião dos ministros da Defesa da OTAN. Ele acrescentou que os soldados implicados "neste comportamento desumano" deverão responder diante da justiça militar americana.

O secretário americano também se disse "decepcionado" pela publicação das fotografias apesar dos pedidos do Pentágono. "O perigo é que essas imagens sejam utilizadas pelo inimigo para provocar violências contra os soldados americanos e afegãos", explicou ele, especificando que as forças americanas no Afeganistão haviam "tomado medidas" para se proteger em caso de incidentes.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.