Áustria/ Líbia

Ex-ministro líbio do Petróleo é encontrado morto em Viena

Chokri Ghanem, em foto de junho de 2008.
Chokri Ghanem, em foto de junho de 2008. (Photo : Reuters)

O corpo do ex-ministro líbio do Petróleo e desertor do regime do ex-ditador deposto Muammar Kadafi, Choukri Ghanem, foi encontrado hoje no rio Danúbio em Viena, onde estava exilado. O cadáver do homem de 69 anos foi localizado no rio no início da manhã, segundo um comunicado da polícia.

Publicidade

Não foram encontrados sinais de violência no corpo, informou o porta-voz da polícia, Roman Hahslinger, segundo quem "é possível que ele tenha se sentido mal e caído na água". “Por enquanto, a possibilidade de assassinato está afastada”, disse o policial. Uma autópsia será realizada para determinar a causa da morte.

Mais cedo, a agência de notícias austríaca APA havia relatado que Ghanem havia sido encontrado sem vida em seu apartamento, após aparentemente ter sofrido um ataque cardíaco. A fonte baseou a notícia nas declarações de um especialista islâmico, Amer al-Bayati, que por sua vez citou a família de Ghanem.

Ghanem, ministro do Petróleo na Líbia entre 2006 e 2011, viajou para Viena logo após deixar o regime de Kadhafi.O funeral dele será celebrado na Líbia, conforme os familiares.

O antigo colaborador de Kadafi rompeu com o ditador em maio do ano passado e se instalou em Viena, uma cidade que ele conhecia bem devido às reuniões da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), cuja sede é na capital austríaca. Ghanem possuía uma casa nas bordas do Danúbio, nas proximidades da sede das Nações Unidas e também próximo a onde o corpo foi encontrado. As duas filhas do ex-ministro têm a nacionalidade austríaca.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI