Afeganistão/Terrorismo

OTAN mata n° 2 da Al Qaeda no Afeganistão

Forças da Otan patrulham o sul do Afeganistão.
Forças da Otan patrulham o sul do Afeganistão. Reuters

A OTAN matou o número 2 da rede terrorista Al-Qaeda no Afeganistão, segundo comunicado divulgado na manhã de hoje pela coalizão internacional. O saudita Sakhr al-Taifi, também conhecido pelo nome Mushtaq andNasim, comandava os combatentes estrangeiros e planejava os ataques contra as tropas internacionais e as forças afegãs.

Publicidade

Sakhr al-Taifi foi abatido por um disparo certeiro na província de Kunar, no leste do Afeganistão. A OTAN fez questão de frisar que o bombardeio não atingiu nenhum civil nem causou danos materiais a terceiros. De acordo com a aliança atlântica, o saudita foi identificado como terrorista por transportar com frequência armas, combatentes e equipamentos militares entre o Paquistão e o Afeganistão.

No início de maio, o presidente americano, Barack Obama, disse que estava ao alcance da coalizão internacional "vencer a Al Qaeda e impedir a reconstituição do grupo terrorista" no território afegão. As tropas americanas, majoritárias na coalizão internacional, conseguiram de fato nos últimos meses eliminar vários líderes rebeldes. Outros fugiram para o Paquistão ou migraram para zonas de conflito como o Iêmen e a região do Sahel, na África.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI