Acesso ao principal conteúdo
Japão/Chuva

Chuvas obrigam 50 mil a deixar suas casas no Japão

Kumamoto, no sudoeste do Japão, foi uma das localidades atingidas pelas tempestades.
Kumamoto, no sudoeste do Japão, foi uma das localidades atingidas pelas tempestades. REUTERS/Kyodo
Texto por: RFI
2 min

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 20 estão desaparecidas no Japão, vítimas das chuvas que castigam o sudoeste do país. As autoridades foram obrigadas a retirar 50 mil habitantes de suas casas. As tempestades são as mais fortes já registradas na região. 

Publicidade

Até agora 17 pessoas morreram e pelo menos 20 estão desaparecidas no sudoeste do Japão. Elas tiveram suas casas destruídas ou foram levadas pelas águas da chuva. Mas de acordo com as autoridades do país, esse número ainda é provisório. As autoridades japonesas também retiraram 50 mil habitantes de suas residências. 

O governo convocou o exército para ajudar a população, que sofre com as tempestades. Segundo os serviços de meteorologia, as regiões de Kumamoto e Oita, na ilha de Kyushu, foram as mais atingidas. Centenas de pessoas estão bloqueadas em suas casas devido aos desabamentos que cobriram as estradas.

O primeiro-ministro japonês Yoshihiko Noda informou que todos os serviços de socorro do país foram mobilizados. “Me disseram que o volume das chuvas é inédito e tomamos todas as medidas necessárias”, declarou o premiê.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.