Afeganistão/atentado

Série de atentados mata 18 pessoas no Afeganistão

Soldados afegãos em comboio perto da cidade de Kandara
Soldados afegãos em comboio perto da cidade de Kandara REUTERS/Erik De Castro

Pelo menos 10 civis, dentre eles uma criança, foram mortos em uma série de ataques organizados no sul e no leste do Afeganistão. O ataque aconteceu em regiões controladas pelos talibãs e já é o mais sangrento dos últimos meses, perpetrado contra militares.

Publicidade

A explosão de uma bomba instalada em uma estrada, matou 10 civis que se dirigiam a um casamento no distrito de Musa Qala, na província de Helmand. Segundo o porta-voz da polícia afegã, Farhid Ahmad Farhang, sete crianças ficaram feridas por causa da explosão. Outra bomba, também escondida à beira de uma estrada, matou militares na cidade de Laghman, ao norte da capital do país, Kabul. Um comboio com soldados afegãos foi atingido pela forte explosão, no início do dia. Cinco deles foram mortos e dois outros foram encaminhados para um hospital da região, com ferimentos graves.

Em Kandahar, a maior cidade do sul do país, um atentado suicida teve como alvo policiais da região. "Um kamikaze em uma moto detonou seus explosivos às 5 da manhã ( hora local) diante de uma blitz, na entrada da cidade. Três policiais foram mortos e quatro estão feridos", declarou o representante da polícia local, Javed Faisal. A cidade de Kandahar foi reduto dos talibãs desde a década de sessenta até 2001.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI