Wikileaks/soldado

Suspeito de ser fonte de Wikileaks propõe assumir algumas acusações

Bradley Manning, na saída do tribunal, em Maryland, no dia 21/12/2011.
Bradley Manning, na saída do tribunal, em Maryland, no dia 21/12/2011. REUTERS/Benjamin Myers

O soldado Bradley Manning, suspeito pela justiça americana de ser o informante de WikiLeaks, propôs assumir algumas acusações, mas não as principais pelas quais ele está sendo julgado, informou nesta quinta-feira sua defesa.

Publicidade

David Coombs, advogado do militar, explica em seu blog que Manning propôs assumir a responsabilidade por diversas infrações, o que não significa aceitar a culpa pelo corpo de acusações formuladas pelo governo.

A corte marcial, diante da qual Manning, 24 anos, comparece nas próximas quarta e quinta para uma audiência preliminar em Fort Meade (no Estado de Maryland, no leste dos EUA), vai decidir depois se a proposta do militar será aceita.

Manning é acusado de ter usado informações de computadores do governo para passar ao site WikiLeaks, de Julian Assange, entre novembro de 2009 e maio de 2010. A publicação dos documentos, com dados confidenciais sobre as guerras no Iraque e no Afeganistão, além de 260 mil mensagens do Departamento de Estado, provocaram uma tempestade na diplomacia mundial.

O processo de Manning tem começo previsto para 4 de fevereiro de 2013. Ele corre o risco de ser condenado à prisão perpétua.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI