Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos/Espionagem

Snowden estaria a caminho da América Latina

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry.
O secretário de Estado norte-americano, John Kerry. REUTERS/Jacquelyn Martin/Pool
2 min

A agência russa Interfax afirma que Edward Snowden, o ex-consultor de informática acusado de espionagem por Washington, certamente já deixou a Rússia. O destino de Snowden seria um dos países da América Latina. Segundo a imprensa russa, o antigo agente da CIA voará para Cuba e, daí, para o Equador, país poderia lhe conceder asilo político. Porém, jornalistas que embarcaram no voo Moscou-Havana não viram o americano a bordo.

Publicidade

Uma fonte não identificada citada pela agência russa Interfax declarou que Snowden "pode ter deixado o país em um voo que não foi informado aos jornalistas".

O americano ficou em Moscou apenas 24 horas, mas a curta estadia foi suficiente para irritar os americanos e poderá deteriorar as relações entre a Rússia e os Estados Unidos, que já atravessam um período difícil.

O secretário de Estado americano, John Kerry, declarou hoje estar decepcionado com o fato de Snowden ter viajado de Hong Kong para Moscou, após um pedido oficial de extradição ter sido feito pelos Estados Unidos. Kerry inclusive ameaçou a Rússia e a China de consequências nas relações diplomáticas. Em visita oficial à Índia, o chefe da diplomacia americana disse que Snowden "traiu seu país" e lembrou que nos últimos dois anos, os Estados Unidos transferiram sete prisioneiros reclamados por Moscou. A reciprocidade na aplicação das leis é importante, acrescentou o secretário.

Ninguém tem dúvida que Snowden só desembarcou na capital russa depois de receber garantias do Kremlin de que não seria extraditado para os Estados Unidos. As autoridades russas ainda não se pronunciaram sobre o pedido de extradição apresentado pelos Estados Unidos, mas o Kremlin já tem justificativas: não existe acordo de extradição entre a Rússia e os Estados Unidos. Além disso, Snowden não se encontra em território russo, esteve apenas em trânsito no aeroporto Sheremetievo.

Seja como for, este caso pode provocar um novo agravamento das relações bilaterais, já complicadas devido à situação em torno da Síria e ao problema nuclear do Irã.

Asilo político no Equador

O ministro das Relações Exteriores do Equador, Ricardo Patiño, confirmou hoje pela manhã em Hanói, no Vietnã, onde se encontra em visita oficial, que o governo de Quito estuda cuidadosamente o pedido de asilo político Snowden. O americano de 29 anos enfraqueceu o governo de Barack Obama depois de denunciar em entrevista à imprensa que os serviços de inteligência dos Estados Unidos monitoram as ligações telefônicas e atividades na internet de milhares de americanos e estrangeiros em nome da luta contra o terrorismo.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.