Acesso ao principal conteúdo
Síria/Genebra 2

Exército Sírio Livre vai boicotar conferência sobre a Síria em janeiro

Soldados do Exército Livre Sírio perto de Damasco, 24 de novembro de 2013.
Soldados do Exército Livre Sírio perto de Damasco, 24 de novembro de 2013. REUTERS/Msallam Abd Albaset
2 min

A lista de participantes da conferência internacional sobre a Síria, batizada de Genebra 2, ainda não está definida. O ONU anunciou ontem que o encontro foi marcado para o dia 22 de janeiro de 2014, porém o Exército Sírio Livre, braço armado da rebelião, informou hoje que vai boicotar o encontro.

Publicidade

Já se sabe que o presidente sírio, Bashar al-Assad, não irá a Genebra e será representado por outras personalidades do regime. Do outro lado da mesa de negociações estarão membros da oposição moderada, como informou hoje o ministro das Relações Exteriores francês, Laurent Fabius.

O chanceler francês reconheceu que a conferência é um desafio para todas as partes, mas destacou que o objetivo do encontro não é "ter uma conversa de bar". "Essa composição foi a solução encontrada para não ter Assad nem terroristas nas discussões", disse Fabius.

Os Estados Unidos concordaram com esta fórmula. O secretário de Estado americano, John Kerry, afirmou que a conferência será a melhor ocasião para formar um governo de transição de comum acordo.

O secretário-geral da Onu Ban Ki-moon vê a conferência como "uma esperança" para os sírios, mas a fragmentação e as disputas internas na oposição complicam a tarefa.

A Coalizão Nacional de Oposição, principal interlocutor da chamada oposição moderada, está exigindo a criação de corredores humanitários para socorrer os feridos, a libertação de prisioneiros políticos e uma trégua nos combates antes da conferência. Porém, com as batalhas travadas nas últimas semanas na periferia de Damasco e na região de Aleppo, muitos analistas acham que será difícil manter a data de 22 de janeiro.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.