Israel/Palestina

Israel anuncia construção de mais 1800 casas em assentamentos

Manifestante joga pedra durante confronto com tropas israelenses em protesto contra assentamento na Cisjordânia.
Manifestante joga pedra durante confronto com tropas israelenses em protesto contra assentamento na Cisjordânia. REUTERS/Mohamad Torokman

Ignorando recomendações feitas pelo secretário de Estado americano, John Kerry, em visita recente ao Oriente Médio, o governo de Israel anunciou nesta sexta-feira (10), a construção de 1.800 novas casas em Jerusalém Oriental, anexada, e na parte da Cisjordânia ocupada.  

Publicidade

O ministério da Habitação divulgou um projeto para construir 1.076 alojamentos na anexada Jerusalém Oriental e outros 801 nas colônias já presentes na Cisjordânia, declarou à AFP um porta-voz da ONG Paz Agora, Lio Amihai.

John Kerry deixou o Oriente Médio no início desta semana após quatro dias de intensas discussões sem conseguir adesão de Israel e palestinos às negociações de paz. Ele declarou em várias ocasiões que os Estados Unidos consideram a colonização ilegítima.

As construções estavam previstas para contrabalançar a libertação de 26 presos palestinos, no dia 31 de dezembro, dois dias antes da chegada de Kerry. Israel esperou a partida do secretário de Estado para anunciar o plano.

Os palestinos advertiram em várias ocasiões que a continuidade da colonização na Cisjordânia ameaçaria as negociações de paz retomadas em julho sob o patrocínio dos Estados Unidos, depois de três anos de interrupção.

Sabotagem

"Netanyahu está determinado em destruir uma solução com dois Estados", estimou Saeb Erakat, negociador chefe palestino, fazendo um apelo aos Estados Unidos e ao resto da comunidade internacional "a frear os planos israelenses".

Kerry é esperado novamente na região na próxima semana, segundo meios de comunicação israelenses e fontes palestinas, mas o Departamento de Estado ainda não confirmou o deslocamento.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI