África do Sul/Pistorius

Em vídeo, Oscar Pistorius corre sem próteses

Quando cometeu o assassinato de sua namorada, o atleta sul-africano Oscar Pistorius "não sofria de nenhum problema ou doença mental".
Quando cometeu o assassinato de sua namorada, o atleta sul-africano Oscar Pistorius "não sofria de nenhum problema ou doença mental". REUTERS/Phill Magakoe/Pool

Um canal de TV australiano transmitiu neste domingo (6) um vídeo com Oscar Pistorius que reconstitui a cena do assassinato de sua namorada Reeva Steenkamp. O campeão paralímpico está sendo julgado pela crime na África do Sul

Publicidade

Produzido por uma produtora americana para a defesa, o vídeo mostra Pistorius se locomovendo de maneira ágil, sem as próteses. As imagens contradizem o depoimento de um médico especializado em esporte que explicou, na semana passada, como o campeão paralímpico ficava muito vulnerável sem as pernas mecânicas.

O promotor Gerrie Nel, encarregado do caso, perguntou durante o julgamento ao médico Wayne Derman, que atende Pistorius há seis anos, se ele teria sido capaz de sair correndo depois de ter atirado na porta do banheiro, onde estava sua namorada. Esta seria um prova do homicídio doloso para a justiça sul-africana.

O vídeo só poderá ser levado em consideração pelo tribunal se a defesa ou a acusação o acrescentarem ao processo. O advogado de Pistorius denunciou o vazamento das imagens, que foram amplamente divulgadas na Internet após a difusão na TV australiana.

Desde o início, Oscar Pistorius se diz inocente e afirma que matou sua namorada por engano, acreditando que se tratava de um ladrão escondido no banheiro. Já a promotoria o acusa de ter assassinado a top model durante uma discussão. O julgamento continua nesta segunda-feira.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI