Israel/Faixa de Gaza

Líder iraniano exorta muçulmanos a defender Gaza

Aitolá Ali Khamenei, guia supremo da Revolução Islâmica.
Aitolá Ali Khamenei, guia supremo da Revolução Islâmica. REUTERS/Photo d'archives

Em seu discurso de celebração pelo fim do Ramadã, o líder da revolução iraniana Ali Khamenei exortou os muçulmanos a armar os palestinos para que estes possam resistir aos ataques de Israel. O aiatolá qualificou como “genocídio” a ofensiva sobre Gaza.

Publicidade

Khamenei também acusou os Estados Unidos e a Europa de fazerem esforços no sentido de limitar a capacidade militar dos combatentes palestinos. Referindo-se a Israel como “besta sem piedade, “cachorro louco” e “lobo ávido”, ele disse que a humanidade deve reagir. “É um genocídio, uma catástrofe de dimensões históricas. Eles bombardeiam inocentes dia e noite. Estes homens, mulheres e crianças se defendem com um mínimo de recursos ”, completou.

O aiatolá – autoridade máxima política a religiosa do Irã que está no poder desde 1989 – incentivou o “mundo islâmico” a fazer tudo o que for possível para armar a população palestina. O Irã apóia o grupo terrorista Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde 2007.

O último balanço eleva o número de vítimas fatais no conflito entre Israel e o Hamas a 1.087, a maioria civis do lado palestino. Israel perdeu 53 soldados e três civis, mortos por um ataque de foguetes do Hamas – ataques sistemáticos que foram o motivo alegado por Israel para começar a ofensiva em Gaza.

Relações entre Irã e Palestina

O líder iraniano rejeita a ideia da convivência entre duas nações na região da Palestina, apoiando oficialmente a existência de um único Estado muçulmano. As relações do Irã com a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) começaram ainda na Guerra dos Seis Dias, em 1967, e intensificaram-se e partir da Revolução Iraniana de 1979.

O Irã também apóia o governo do Hamas em Gaza, tendo ajudado financeiramente após a crise enfrentada pela região em 2006. Mais recentemente, o país do aiatolá Khamenei foi acusado de fornecer armas para o grupo palestino, considerado uma organização terrorista pela maioria dos países ocidentais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI