Acesso ao principal conteúdo
Israel/Palestinos

Ao menos 18 palestinos já morreram desde a ruptura da trégua em Gaza

A aviação israelense continua a bombardear a Faixa de Gaza nesta quarta-feira (20).
A aviação israelense continua a bombardear a Faixa de Gaza nesta quarta-feira (20). REUTERS/Ahmed Zakot
Texto por: RFI
2 min

A troca de tiros entre Israel e o Hamas se intensificou nesta quarta-feira (20), após a ruptura do cessar-fogo ontem. Ao menos 18 palestinos já foram mortos e 120 ficaram feridos desde então. O exército israelense tentou eliminar o chefe militar do movimento palestino que controla a Faixa de Gaza em um ataque que matou sua mulher e seu bebê.

Publicidade

A violência recomeçou depois que foguetes atirados de Gaza alcançaram a capital Tel-Aviv e Jerusalém. Israel logo respondeu com um ataque aéreo contra o território palestino.

Na terça-feira, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, convocou os negociadores israelenses que discutiam no Cairo sobre uma trégua durável na Faixa de Gaza, afirmando que os palestinos haviam rompido o cessar-fogo. Logo em seguida, os negociadores palestinos culparam os israelenses pelo fracasso das discussões.

Desde a ruptura da trégua, dez pessoas já morreram na Faixa de Gaza, segundo os serviços de socorro do território palestino.

Chefe militar

Entre os 18 palestinos mortos deste a retomada da troca de tiros, estão a mulher e o filho do chefe militar do Hamas. Mohamed Deif é considerado pelos israelenses "um alvo legítimo". O Hamas afirmou nesta quarta-feira que ele não morreu no ataque de ontem à noite. Apresentado pelos israelenses como o organizador de atentados suicidas, Mohammed Deif já havia escapado de cinco tentativas de assassinato.

O secretário-geral da Liga Árabe, Nabil Al-Arabi, acusou hoje Israel de "entravar" as negociações para um cessar-fogo durável na Faixa de Gaza. Enquanto isso, o Egito insiste para que as duas partes em conflito retomem as discussões no Cairo.

A guerra iniciada no dia 8 de julho já deixou 2.028 mortos e mais de dez mil feridos na Faixa de Gaza, de acordo com o ministério palestino da Saúde.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.