Acesso ao principal conteúdo
Oriente Médio

Israel libera acesso à Esplanada das Mesquitas para muçulmanos

Vista panorâmica de Jérusalem e da mesquita al-Aqsa.
Vista panorâmica de Jérusalem e da mesquita al-Aqsa. REUTERS/Ammar Awad
Texto por: RFI
2 min

Todos os muçulmanos terão acesso ilimitado à Esplanada das Mesquitas em Jerusalém nesta sexta-feira (14), dia sagrado de orações para os seguidores do Islã. A polícia israelense suspendeu as restrições para o acesso ao local, depois de uma onda de violência entre palestinos e judeus.

Publicidade

Muçulmanos e muçulmanas de todas as idades não encontraram nenhuma dificuldade para entrar na Esplanada das Mesquitas e realizarem a oração semanal. Segundo relatos, os policiais israelenses, porém, revistaram algumas pessoas.

A decisão de Israel é resultado do encontro de ontem na Jordânia entre o secretário de Estado americano, John Kerry, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e com o presidente palestino, Mahmoud Abbas. Os dois líderes anunciaram compromissos para diminuir a tensão na parte oriental de Jerusalém. O rei Abdulla II, da Jordânia, também participou das negociações já que o país administra a Esplanada das Mesquitas.

De acordo com Kerry, todos os envolvidos disseram que estão comprometidos em diminuir a tensão em Jerusalém. Netanyahu prometeu que vai manter a regra em vigor que mantém o acesso livre aos muçulmanos para oração e aos judeus apenas para visita na Esplanada das Mesquitas. Quanto a Abbas, ele disse que vai adotar um discurso mais moderado.

A Esplanada das Mesquitas é considerada o terceiro local mais sagrado para o Islamismo, mas também é de grande importância religiosa para os judeus. Recentemente, extremistas judeus protestaram no local e tentaram rezar, desrespeitando o regulamento.

A tensão gerada por esses protestos levou a uma nova explosão de violência nas últimas semanas, incluindo atentados contra israelenses, o que levou ao temor de uma nova Intifada.

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.