Síria/Estado Islâmico

Jihadista do EI diz ter sequestrado mulher israelense em Kobane

A morte de 50 jihadistas do EI, em Kobane, é um duro revés para o grupo terrorista na Síria.
A morte de 50 jihadistas do EI, em Kobane, é um duro revés para o grupo terrorista na Síria. REUTERS/Osman Orsal
Texto por: RFI
2 min

Duro revés para o grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria. O grupo terrorista que tenta controlar a cidade curda de Kobane, na fronteira da Síria com a Turquia, registrou neste fim de semana sérias baixas. Pelo menos 50 jihadistas morreram em 24 horas, de sábado para domingo, em maciços ataques aéreos da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Publicidade

Em um fórum na internet, um jihadista do EI diz que o grupo sequestrou uma "militar sionista". A refém pode ser Gill Rosenberg, uma jovem de dupla nacionalidade israelense e canadense que se juntou aos curdos para lutar contra o EI, segundo o centro americano de monitoramento de sites islamitas SITE.

O governo do Canadá informou que não comentará nem publicará qualquer informação que possa comprometer os esforços em curso para confirmar o eventual sequestro. O porta-voz da diplomacia israelense afirmou, por sua vez, não dispor de elementos sobre o caso. 

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, organismo que monitora a guerra civil síria, relata combates intensos entre os radicais islâmicos e as forças de defesa em Kobane, formadas por tropas locais e do Curdistão iraquiano. Os jihadistas tentaram enfraquecer os curdos lançando cinco ataques suicidas, mas fracassaram.

Nesta segunda-feira, os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, avaliam o conflito sírio em um encontro dos dois líderes em Ancara.

O grupo EI controla extensas áreas que vão do norte do Iraque à Síria. Desde setembro, a organização terrorista luta para conquistar a cidade de Kobane, com o intuito de ampliar sua ocupação territorial até a fronteira com a Turquia. Os jihadistas enfrentam, no entanto, uma resistência feroz dos combatentes curdos sírios, que receberam reforço de tropas do Curdistão iraquiano. 
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI