EMERGÊNCIA

Nas Filipinas, milhares são evacuados antes da chegada do tufão Hagupit

Metereologistas filipinos observam a trajetória do tufão Hagupit
Metereologistas filipinos observam a trajetória do tufão Hagupit JAY DIRECTO / AFP
Texto por: RFI
3 min

Várias dezenas de milhares de pessoas foram evacuadas nesta sexta-feira, nas Filipinas, de cidades costeiras e de áreas propensas a deslizamentos de terra no centro do país. O motivo é a aproximação do tufão Hagupit. "Todos os recursos estão sendo utilizados", afirmou o diretor regional de defesa civil Bernardo Alejandro, destacando que os veículos das autoridades locais e do exército estão contribuindo para as operações.

Publicidade

Várias dezenas de milhares de pessoas foram evacuadas nesta sexta-feira (5), nas Filipinas, de cidades costeiras e de áreas propensas a deslizamentos de terra no centro do país. O motivo é a aproximação do tufão Hagupit, que deve atingir neste sábado (6) à tarde a costa leste do arquipélago. As retiradas acontecem um ano após a passagem devastadora do tufão Haiyan, que deixou mais de 7.000 mortos e quatro milhões de desabrigados - atualmente milhares de pessoas ainda moram em tendas ou em abrigos improvisados.

Além das evacuações, portos foram fechados em todo o país, deixando 2.000 passageiros retidos na capital, Manila, na região de Bicol, no centro do país, e na ilha de Mindanao, no sul. As companhias aéreas Philippine Airlines e Cebu Pacific cancelaram alguns dos seus voos para o centro e o sul do país.

Áreas que ainda não foram totalmente recuperadas após a passagem destruidora de Haiyan poderiam ser novamente atingidas, segundo os serviços meteorológicos. O tufão Hagupit está se movendo lentamente sobre o oceano Pacífico e tem seu epicentro a cerca de 430 km do sudeste das Filipinas, com ventos de 215 km/h, podendo alcançar a velocidade de 250 km/h.

O tufão deve atingir no sábado à tarde as províncias de Samar do Norte e Samar Oriental provocando chuvas torrenciais. Cerca de dez milhões de pessoas podem ser afetadas por inundações nas regiões de Bicol e Visayas. "Todos os recursos estão sendo utilizados", afirmou o diretor regional de defesa civil Bernardo Alejandro, destacando que os veículos das autoridades locais e do exército estão contribuindo para as operações de evacuação.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI