Meio ambiente/Mudanças climáticas

Mudanças climáticas podem provocar aumento de 4,3 °C, avisa AIE

Secas serão uma das consequências das mudanças climáticas.
Secas serão uma das consequências das mudanças climáticas. REUTERS/Lunae Parracho

A Agência Internacional de Energia (AIE) declarou nesta segunda-feira (15) que as mudanças climáticas podem provocar um aumento de temperaturas de mais de 4ºC. O órgão fez um apelo para que mais esforços sejam feitos para reduzir as emissões de dióxido de carbono.

Publicidade

Em um relatório publicado antes da conferência contra as mudanças climáticas de Paris, em dezembro, a AIE diz que os atuais compromissos internacionais "terão um impacto positivo (...) mas não bastarão" para alcançar o objetivo de que a temperatura média mundial não suba mais de 2ºC.

Tomando como referência os compromissos atuais dos países e as políticas dos que não adotaram compromissos, como a Índia, a AIE estima que a temperatura média mundial terá aumentado 2,6ºC em 2100.
No hemisfério norte, onde vive a maioria da população mundial, o aumento será de 4,3ºC, e cidades como Paris podem começar a sofrer ondas de calor, mais próprias do sul da Europa.

Eventos extremos

As mudanças serão acompanhadas de "um maior número de acontecimentos meteorológicos extremos", disse Fatih Birol, economista chefe da AIE, afirmando que a África, que quase não contribuiu para as mudanças climáticas, sofrerá a pior parte, sobretudo na forma de secas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI