Política/Israel

Israel e palestinos :escalada e novas vítimas

Socorros transportam uma das vítimas  do ataque  ao autocarro em Jersualém.13 de Outubro 2015
Socorros transportam uma das vítimas do ataque ao autocarro em Jersualém.13 de Outubro 2015 REUTERS/Ronen Zvulun

Esta terça-feira em Jerusalém foi caracterizada pelo dia mais sangrento desde que teve início a nova escalada entre israelistas e palestinos, com a morte de  três pessoas e vários feridos.

Publicidade

 

Este dia 13 de Outubro marca um crescendo na escalada do que alguns observadores já começaram a qualificar de "novo tipo de intifada", por parte dos palestinos contra Israel. Três cidadãos israelitas foram mortos e várias ficaram feridos num ataque à facada e à tiros , por palestinos. Um dos assaltantes disparou contra um autocarro. Trata-se da primeira vez que armas foram utilizadas, desde que começou a nova vaga de violência em Jerusalém.

 Morreram mais de 25 palestinianos e pelo menos sete israelitas, desde o  início no dia 1 de Outubro da nova escalada entre as duas partes. Nesta terça-feira, o primeiro-ministro Benyamin Netanyahu reuniu o seu conselho restrito de segurança para avaliar a situação. O bloqueio dos bairros palestinianos de Jerusalém-leste, bem como a flexibilização das normas para o porte de armas pessoal visando a autodefesa, são algumas das medidas encaradas pelo governo de Israel, que receia uma revolta mais ampla dos palestinos.

 O primeiro-ministro israelita Benyamin Netanyahu afirmou no fim da tade desta, que o seu governo recorrerá a todos meios disponíveis para enfrentar a nova vaga de violência.Na sua intervenção  perante o parlamento israelita, Netanyhau ,acrescentou que responsabilizará o presidente palestino Mahmud Abbas em caso de deterioração da situação. A tensão permanece na Cisjordânia ocupada, onde os palestinos lançaram um apelo para uma jornada de protestos e novos recontros colocaram frente à frente várias centenas de jovens e militares israelitas, em Bet Ei, próximo de Ramallah, nas localidades de Qalandiya e Belém.Segundo fontes palestinas,pelo menos 15 palestinos foram feridos pelos disparos das forças israelitas.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI