Acesso ao principal conteúdo
Síria

Síria atrai atenções na Áustria e em França

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Turquia, dos Estados Unidos, da Arábia Saudita e da Rússia em Viena, na Áustria.
Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Turquia, dos Estados Unidos, da Arábia Saudita e da Rússia em Viena, na Áustria. REUTERS/Carlo Allegri
Texto por: RFI
3 min

A Síria continua no centro das atenções. Em Viena, na Áustria, diplomatas russo, norte-americano, saudita e turco, reuniram-se para discutir do problema da Síria. Em França, Laurent Fabius, ministro dos Negócios Estrangeiros, admitiu discutir de uma saída política da Síria, mas que não poderá contar com Bashar al-Assad, o actual presidente sírio.

Publicidade

Em Viena decorre uma reunião que pretende discutir o problema da Síria e que junta os diplomatas russo e norte-americano, Serguei Lavrov e John Kerry, aos diplomatas da Arábia Saudita e da Turquia, acontecendo três dias depois de uma visita surpresa a Moscovo do Presidente sírio, Bashar al-Assad, na que foi a primeira deslocação oficial do líder sírio desde o início da guerra civil, em Março de 2011.

Quanto à França anunciou a organização de uma reunião sobre o mesmo tema na próxima semana em Paris. Os mesmos países que estão em Viena, à excepção da Rússia, estarão presentes.

A França vai igualmente entregar uma resolução à ONU para a proibição de largar, por via aérea, barris explosivos sobre as populações. Para o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, essas práticas são inaceitáveis e relembrou que a saída do presidente sírio, Bashar al-Assad, é imprescindível.

Laurent Fabius, ministro dos Negócios Estrangeiros

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.