Acesso ao principal conteúdo
Política/Alemanha

Morre antigo chanceler da Alemanha Helmut Schmidt

Helmut Schmidt  em  19  de Janeiro de 2014.
Helmut Schmidt em 19 de Janeiro de 2014. REUTERS/Fabian Bimmer/Files

Helmut Schdmidt , chanceler social-democrata que governou a República Federal da Alemanha de 1974 à 1982 faleceu nesta terça-feira com 96 anos de idade. Figura política eminente da Alemanha do após-guerra, o dirigente alemão foi também um dos implusionadores da reaproximação entre a França e a Alemanha, fundamental para a unidade da Europa ocidental e a construção da União Europeia.

Publicidade

Dirigente   fundamental na consolidação do eixo franco-alemão , espinha dorsal da construção política da União Europeia, o antigo chanceler da República Federal de Alemanha , Helmut Schmidt faleceu na terça-feira dia 10 de Novembro de 2015 com 96 anos de idade . Homem de uma linguagem directa e franca, Schmidt à semelhança do seu compatriota Willy Brandt foi também um dos principais arquitectos da unidade europeia. Associado ao ex-presidente francês Valéry Giscard D'Estaing, impulsionará o processo que em fins do século vinte 1999 transformar-se-á no euro, actualmente a moeda de dezanove países da União Europeia. Figura de uma grande coragem política Helmut Schmidt governou a RFA (1974 - 1982) num período complexo da conjuntura mundial e num momento em que o trauma representado pelo nazismo dominava as mentes das gerações do após-guerra, não só na Alemanha mas também na Europa.

 Nascido em 23 de Dezembro de 1918 em Hamburgo, Helmut Schmidt que era filho de dois professores, iniciou a sua carreira política na década de cinquenta do século vinte, após ter efectuado o seu serviço militar durante a Segunda Guerra mundial como artilheiro numa bateria anti-aérea na região de Vegesack próximo da cidade de Bremen. Presidente do grupo parlamentar do Partido Social-Democrata(SPD) em 1967, ele renunciará ao cargo dois anos depois e torna-se o primeiro social-democrata a exercer as funções de ministro da defesa da Alemanha do oeste. Em 1972, Willy Brandt, então chanceler alemão, nomeia Helmut Schmidt ministro da Economia e das Finanças. Helmut Schmidt sucederá à Willy Brandt em 1974 e será chanceler da Alemanha Federal até 1982, data em que os liberais da sua coligação decidiram abandonar o governo.

Na sua vigência, Schmidt revelou-se um diplomata habilidoso perante a complexidade do mundo da sua época, bem como o chanceler que contribuiu para fortalecer e modernizar a economia alemã.

 Como declarou à RFI,o economista angolano,Domingos Luvumbo residente na Alemanha , Helmut Schmidt foi o chanceler alemão ,que deixará uma marca indelével na história do seu país.

 

Domingos Luvumbo 10.11.2015

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.