Acesso ao principal conteúdo
PORTUGAL

Portugal: CDS-PP prepara era pós Paulo Portas

Paulo Portas (centro), ex ministro português dos negócios estrangeiros e ex ministro da defesa, deixa a presidência do CDS PP
Paulo Portas (centro), ex ministro português dos negócios estrangeiros e ex ministro da defesa, deixa a presidência do CDS PP Reuters
Texto por: RFI
2 min

Foram quase 16 anos. Precisamente 5.727, os dias que Paulo Portas passou na liderança do CDS-PP.Aos 53 anos, o ex-vice primeiro-ministro, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros e ex-ministro da Defesa – sai de cena para que o partido possa avançar para um novo ciclo.  

Publicidade

“Chegou o tempo de, num ciclo político novo, dar grandes responsabilidades a uma geração nova.

Esta decisão deverá permitir ao CDS reposicionar a sua estratégia, recomeçar a sua luta, reflectir num novo projecto e numa nova agenda”, disse ontem, segunda-feira, depois de quatro horas de reunião da comissão política nacional.

Portas emocionou-se e garantiu que não se trata de uma desculpa de mau perdedor: “Quero que saibam que se as eleições de 4 de Outubro tivessem resultado num novo mandato de Governo da coligação, antes do final eu teria, e sobre isso conversei com o presidente do PSD, com tempo e naturalmente, aberto a sucessão no meu partido”, acrescentou.

Pelo CDS, candidatou-se a quase tudo – à Assembleia da República, ao Parlamento Europeu e até à Câmara de Lisboa. Só fica a faltar-lhe tentar ser Presidente.

É o líder de um partido há mais anos em funções. Só Álvaro Cunhal bateu o seu recorde, à frente do PCP.

No currículo tem também a polémica compra de dois submarinos para a Marinha, um negócio envolto em suspeitas de corrupção nunca provadas, a diplomacia económica, e a crise política de 2013, em que anunciou uma demissão – que disse ser “irrevogável” – mas que não concretizou.

Entre os possíveis sucessores de Paulo Portas estão o eurodeputado Nuno Melo e os ex governantes Pedro Mota Soares e Assunção Cristas. O próximo presidente do CDS será eleito no congresso que vai realizar-se em Março ou Abril de 2016.

Confira aqui a crónica de Joana Carvalho Fernandes, correspondente em Lisboa.
 

Correspondência de Portugal

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.