Obama prepara-se para visitar Hiroshima

Barack Obama vai visitar Hiroshima, local da explosão da primeira bomba atómica.
Barack Obama vai visitar Hiroshima, local da explosão da primeira bomba atómica. Reuters

Barack Obama chegou hoje ao Japão para participar na conferência do G7. No entanto, a paragem do presidente norte-americano no país do sol nascente ficará marcada pela visita a Hiroshima, local da explosão da primeira bomba atómica.

Publicidade

 Barack Obama vai ser o primeiro presidente americano a visitar Hiroshima, a primeira cidade a ser atacada pela bomba atómica a 6 de Agosto de 1945. É uma visita simbólica onde, além de Barack Obama, também vão estar presentes sobreviventes da explosão. A comitiva americana fez, no entanto, questão em também convidar ex-prisioneiros de guerra para a cerimónia de maneira a evitar que a visita se torne num "pedido de desculpas".

Barack Obama, aliás, já sublinhou que essa não é a sua intenção. Numa entrevista à televisão pública do Japão, NHK, o presidente americano disse que não irá pedir desculpas porque considera "importante reconhecer que, em plena guerra, os dirigentes devem tomar todo o tipo de decisões". Além disso, afirmou que cabe aos "historiadores fazer perguntas e examiná-las" e que sabe bem que "todos os governantes tomam decisões muito difíceis, sobretudo em tempos de guerra".

As únicas bombas atómicas utilizadas na história da humanidade foram largadas, pela tropa americana, sobre Hiroshima e Nagasaki a 6 e 9 de Agosto de 1945. Fizeram mais de 210.000 mortos, no acontecimento que meteu fim à segunda guerra mundial.

As últimas medidas de Barack Obama, que está na recta final do seu último mandato presidencial, têm ficado marcadas por visitas simbólicas a lugares sensíveis para a diplomacia norte-americana: depois de Cuba, chegou agora a vez de Hiroshima. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI