Acesso ao principal conteúdo
EURO2016

Euro'2016: Portugal espera pelo adversário da final

Jogadores lusos celebram vitória de Portugal na meia final do Euro de futebol
Jogadores lusos celebram vitória de Portugal na meia final do Euro de futebol REUTERS/Carl Recine
Texto por: RFI
5 min

Portugal conhecerá esta noite o seu adversário de domingo na final do Euro 2016 de futebol. A França e a Alemanha medem forças esta noite na segunda meia-final em Marselha. A selecção das quinas está na final de um Euro pela segunda vez.

Publicidade

As cifras dariam algum favoritismo aos alemães em relação ao historial dos desafios mantidos com os franceses, mas a selecção de Didier Deschamps ao jogar em casa estaria determinada em avançar rumo ao embate da final em Saint Denis, arredores de Paris, no domingo.

Eis um extracto das suas declarações antes do jogo:

"Não poderemos mudar a história, ninguém a pode alterar.

Mas temos uma nova página por escrever.

Os jogadores podem escrever esta página, hoje ela está em branco.

É preciso preenchê-la esta noite.

Não vamos jogar a partida a dizer que antes isto ou aquilo...

Antes isso não conta para nada.

O que importa é hoje, que os jogadores acreditem neles, não tenho a menor dúvida.

Que o público e os adeptos acreditem em nós... isso é algo de que precisamos.

Agora temos um adversário, sabem quem é !

Independentemente do que se possa dizer é a melhor equipa.

Mas vamos tentar a nossa sorte jogando a sério."

Os portugueses apuraram-se, pela segunda vez, para uma final do Euro de futebol ao derrotarem na quarta à noite em Lyon o País de Gales por duas bolas sem resposta, tentos de Cristiano Ronaldo (aos 50 minutos) e de Nani (aos 53).

Em declarações à imprensa, Nani, avançado luso-cabo-verdiano de Portugal, mostrou-se satisfeito com o apuramento e o golo, admitindo que agora na final, tudo é possível.

Nani, avançado da selecção portuguesa

Em declarações à RFI, João Mário, médio luso com origens angolanas, admitiu que Portugal fez um jogo fantástico e lembrou que não quer perder uma final como aconteceu no ano passado no Europeu Sub-21 no qual participou.

João Mário, médio da selecção portuguesa

Este apuramento foi festejado em Portugal, como é óbvio, mas também um pouco por todo o mundo em países de língua portuguesa ou de forte diáspora lusa, caso da França, hipotético novo rival da selecção das quinas, onde residiriam mais de um milhão de cidadãos de origem portuguesa.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.