Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido

O Reino Unido já tem novo Governo

Boris Johnson, novo ministro dos Negócios Estrangeiros  britânico
Boris Johnson, novo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico DR
Texto por: RFI
3 min

Acabada de chegar ao n° 10 de Downing Street, a nova Primeira-ministra britânica, Theresa May, prometeu superar o desafio do "Brexit" e construir "um papel audacioso e positivo" para o seu país, fora da União Europeia.E, para começar, anunciou o seu elenco governativo, constituído maioritáriamente por eurocépticos que militaram a favor da saída do país da União Europeia.  

Publicidade

O Reino Unido já tem uma nova eguipa governamental, cuja primeira tarefa será negociar a saída do Reino Unido da União Europeia, vontade maioritáriamente manifestada no referendo de 23 de Junho.

A equipa apresentada ontem, ao fim da tarde, pela nova Primeira - Ministra, Theresa May, inclui uma maioria de membros que militaram pelo "Brexit" :

- Boris Johnson - O ex - Presidente da Câmara de Londres, grande defensor da saída do Reino Unido da União Europeia, terá a cargo o Ministério dos Negócios Estrangeiros. Mais conhecido pela sua imagem excêntrica e pelo seu humor, terá agora de negociar o "Brexit" com muita diplomacia.

- David Davis - Outro partidário do "Brexit", este inistro deverá negociar a saída do Reino Unido, segundo o comunicado de Downing Street: "A Rainha aprovou a nomeação de David Davis como ministro encarregado da saída da União Europeia". O cargo foi agora criado, na sequência da votação a favor da saída da União Europeia. De 67 anos e idade, David Davis foi ministro dos Assuntos Europeus no Governo de John Major, em 2005, e tinha sido candidato à liderança do partido conservador, contra David Cameron…

- Philip Hammond - O novo ministro das Finanças tinha ocupado o posto de ministro dos Negócios Estrangeiros no governo de David Cameron. A sua nomeação vem premiar a sua lealdade política. Pessoa pouco carismática, Philip Hammon já tinha tido a pasta dos Transportes, da Defesa e dos Negócios Estrangeiros, e assume agora a nova pasta num momento crítico e cheio de incertezas do Reino Unido. 

 - Amber Rudd - Para o lugar deixado por Theresa May foi outra mulher. A nova ministra do Interior é membro do Parlamento desde 2010, e tinha feito carreira no mundo das finanças, e como jornalista económica. Em 2015, Amber Rudd foi eleita "Ministra do Ano", pela sua reputação de eficiência, e por ser considerada uma pessoa digna de confiança.

 Michael Fallon - O único ministro a ficar com a mesma pasta, a da Defesa, um cargo que exerceu nos últimos dois anos, dedicado a combater a oposição trabalhista. No referendo, foi igualmente partidário da permanência na União Europeia.

- Liam Fox - O novo secretário de Estado para o Comércio Internacional, é médico de formação, e conhecido por ser o grande defensor dos valores tradicionais do Partido Conservador. Conhecido por ser um grande eurocéptico, já foi ministro da Defesa, posto do qual teve de se demitir em 2011, por um conflito de interesses.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.