Furacão Matthew faz 108 mortos no Haiti

Estima-se que, no Haiti, pelo menos 108 pessoas morreram e cerca de 128 mil foram levadas para um abrigo provisório.
Estima-se que, no Haiti, pelo menos 108 pessoas morreram e cerca de 128 mil foram levadas para um abrigo provisório. REUTERS/Andres Martinez Casares

 O furacão Matthew fez pelo menos 108 mortos no Haiti, anunciou hoje o Ministro Interior do país. Dirige-se agora para a costa Este dos Estados Unidos onde milhares de pessoas estão a ser evacuadas para escaparem ao furacão.

Publicidade

O furacão foi o mais violento da última década a atingir as Caraíbas, tendo, no entanto, perdido intensidade nos últimos dias. Estima-se que, no Haiti, pelo menos 108 pessoas morreram e cerca de 128 mil foram levadas para um abrigo provisório. A eleição presidencial que estava prevista para domingo teve assim que ser novamente adiada, não tendo ainda data prevista.

Se o número de mortes é menos significativo em Cuba, nos Bahamas e na República Dominicana, a tempestade deixou um rasto de destruição nos três países.

O furacão dirige-se agora para a costa Este dos Estados Unidos que atingirá esta noite. Os metereólogos presumem que vai ganhar intensidade e aconselham a evacuação urgente dos Estados americanos que estão na mira da tempestade. As autoridades reagiram e cerca de 1,5 milhões de pessoas fugiram da Florida, estando também o Estado da Geórgia a ser evacuado. O presidente norte-americano, Barack Obama, avisou que "é uma tempestade de relevo" e que "se devem tomar os avisos de evacuação seriamente".

Suspeita-se que será o furacão mais forte a atingir os Estados Unidos desde o furacão Felix em 2007.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI