Acesso ao principal conteúdo
Nobel da Paz

Nobel da Paz atribuído a Juan Manuel Santos

Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, é o Nobel da Paz
Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, é o Nobel da Paz REUTERS/Andrew Kelly/Foto
Texto por: RFI
3 min

O Nobel da Paz foi atribuído esta sexta-feira ao Presidente colobiano "pelos esfoços  para acabar com a guerra civil do país que dura há mais de 50 anos". Juan Manuel Santos dedicou o Nobel aos colombianos que sofreram na guerra. O prémio será entregue no próximo dia 10 de Dezembro em Oslo, Noruega, dia de aniversário da morte do fundador, industrial e filantropo sueco, Alfred Nobel.

Publicidade

A decisão do comité Nobel está a ser vista como uma tentativa de segurar o acordo trabalhado pelo presidente colombiano e as FARC para pôr fim a 50 anos de violência no país.

"Nós esperamos que este prémio encoraje todas as boas iniciativas e todos os actores que poderão desempenhar um papel decisivo no processo de paz e levar, finalmente, a paz à Colômbia depois de décadas de guerra", declarou o presidente do comité Nobel norueguês, Kaci Kullmannn Five.

Juan Manuel Santos e o líder das FARC, Timoleón Jiménez ou Timochenko, nome de guerra de Rodrigo Londoño Echeverri, assinaram no passado dia 26 de Setembro um acordo histórico para acabar com o conflito que custou ao país mais de 220 mil vidas no último meio século.

O acordo histórico

O acordo previa a evolução das FARC para um patamar político, já que abria caminho à formação de um partido constituído pelos guerrilheiros. Os casos que tivessem de ser levados perante a justiça teriam lugar em tribunais especiais e não nos tribunais comuns.

O acordo foi a referendo no passado domingo e, para espanto de muitos, foi rejeitado pelos colombianos que reclamam, nomeadamente, que os antigos guerrilheiros não possam participar na vida política e que muitos deles sejam presos em vez de beneficiarem de penas alternativas.

As FARC ficam sem prémio

Como é tradicional, o comité não quis explicar por que é que o prémio Nobel não foi partilhado com as FARC. No entanto, a antiga refém das FARC na Colômbia, Ingrid Betancourt, acredita que o movimento de guerrilha deveria ter partilhado este prémio.

Nobel da Paz

O prémio Nobel da Paz consiste numa medalha em ouro e num cheque de 8 milhões de coroas suecas, ou seja cerca de 830 mil euros. O prémio será entregue no próximo dia 10 de Dezembro em Oslo, Noruega, dia de aniversário da morte do fundador, industrial e filantropo sueco, Alfred Nobel.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.