Alemanha

Angela Merkel fala em "ataque terrorista"

Um camião abalroou a multidão num mercado de Natal de Berlim. 19 de Dezembro de 2016.
Um camião abalroou a multidão num mercado de Natal de Berlim. 19 de Dezembro de 2016. REUTERS/Fabrizio Bensch

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou hoje que se deve “partir do princípio que se tratou de um ataque terrorista”. O camião que abalroou multidão no mercado de Natal em Berlim matou, pelo menos, 12 pessoas, deixando meia centena de feridos.

Publicidade

"Há muitas coisas que ainda não sabemos com suficiente certeza mas devemos, no estado actual das coisas, partir do princípio que se tratou de um ataque terrorista”, declarou, esta manhã, à imprensa, a chanceler alemã, Angela Merkel.

A chanceler sublinhou que seria “particularmente duro” se for confirmado que o autor do ataque era uma pessoa que procurou protecção da Alemanha enquanto refugiado.

Os mercados de natal em Berlim vão manter-se fechados hoje, de acordo com o ministério alemão do Interior. Nas outras cidades, os mercados vão ficar abertos com medidas de segurança reforçadas. Em Dresde, onde existe um dos mais antigos mercados de natal do país, foram colocados blocos de betão em torno de Striezelmarkt.

 

Polícia com dúvidas sobre se paquistanês detido é o condutor do camião

Esta manhã, os serviços de segurança alemães anunciaram que o suspeito do ataque era um indivíduo de 23 anos, proveniente do Paquistão, e referenciado pelas autoridades por crimes menores. Ele teria uma autorização de residência temporária desde junho.

Entretanto, o chefe da polícia de Berlim, Klaus Kandt, adiantou que "não é certo" que o paquistanês detido ontem à noite seja o condutor do camião, sugerindo que o autor do ataque possa continuar em fuga. O suspeito também negou as acusações de ser o autor do atentado.

 

Oiça aqui a reportagem de António Cascais, correspondente da RFI em Berlim.

Reportagem de Berlim

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI