Mundo

Resolução da ONU contra colonatos israelitas na Palestina

Construção de alojamento no colonato de Beitar Ilit, junto ao distrito cisjordaniano de Belém
Construção de alojamento no colonato de Beitar Ilit, junto ao distrito cisjordaniano de Belém REUTERS/Baz Ratner

O Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução contra os colonatos israelitas em território palestiniano.

Publicidade

O Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução histórica que exige que Israel “cesse imediatamente e completamente todas as actividades de construção de colonatos no território palestiniano ocupado, incluindo Jerusalém Oriental.”

A resolução, aprovada esta sexta-feira com 14 votos a favor, nenhum contra e uma abstenção dos Estados Unidos.

Em mais de 36 anos, esta é a primeira vez que o Conselho de Segurança aprova uma resolução contra a construção de colonatos judeus na Cisjordânia.

O Presidente palestiniano Mahmoud Abbas descreveu a resolução da ONU como “um duro golpe” para a política de Israel, considerando-a uma “prova do apoio da comunidade internacional à solução de dois estados”.

"O Hamas dá as boas-vindas a esta resolução e congratula-se com mudanças positivas na postura da comunidade internacional que apoia os direitos dos palestinianos nos organismos internacionais", afirmou em comunicado o porta-voz do Hamas, Fauzi Barhum.

O texto que está a ser festejado na Palestina, nesta véspera de Natal. Adid Bakri é empresário na Cisjordânia e testemunha da euforia palestiniana que ali se vive.

Adid Bakri, empresário na Cisjordânia

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI