EUA

Proposta de orçamento de Trump com cortes drásticos

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. REUTERS/Jim Lo Scalzo/Pool

 O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs esta quinta-feira no seu primeiro orçamento uma baixa espectacular de 31% dos fundos destinados à Agência de protecção do meio ambiente, na luta contra as alterações climáticas.

Publicidade

 Donald Trump anunciou um corte drástico de 2,6 biliões de dólares, suprimindo 3.200 postos de trabalho, cerca de um quinto do total. Além afirmou que irá suprimir o financiamento dos programas ambientais da ONU, colocando um termo na participação dos Estados Unidos no Fundo Verde da ONU para o clima (o que terá efeitos colaterais em todo o mundo).

O Pentágono sai grande vencedor, com um aumento de quase 10%, que resulta em mais fundos ao orçamento da Defesa.
Aproximadamente quatro mil milhões de dólares vão ser destinados este ano e no próximo para iniciar a construção do muro na fronteira com o México.

O custo estimado do muro tem vindo a aumentar progressivamente, desde os cerca de 8.000 milhões de dólares calculados inicialmente por Trump até aos 21.600 milhões.

Donald Trump quer também privatizar as operações de controlo de tráfego aéreo do país. A proposta de orçamento indica que retirar as operações da Administração Federal de Aviação e colocá-las numa "organização independente, não-governamental" tornará o sistema "mais eficiente e inovador, mantendo a segurança".

A proposta de Trump abrange apenas uma fração do orçamento federal de 3,8 biliões de dólares, dominado pela saúde, pensões e outros custos.

Este texto será ainda revisto pelo Congresso, antes de um orçamento completo ser divulgado em maio.

Proposta de orçamento de Trump com cortes drásticos

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI