Acesso ao principal conteúdo
Relações internacionais/Estados Unidos/Israel/Palestina

Presidente Trump: Israelitas e Palestinianos deverão tomar decisões difíceis em nome da paz

O  Presidente Donald Trump quando discursava diante  de dirigentes de Israel.Jerusalém.23 de Maio de 2017
O Presidente Donald Trump quando discursava diante de dirigentes de Israel.Jerusalém.23 de Maio de 2017 REUTERS/Ronen Zvulun
Texto por: RFI
2 min

O Presidente Donald Trump que terminava nesta terça-feira a sua primeira visita à Israel, exortou israelistas e palestinianos a procurar um compromisso que resulte numa solução para o velho conflito entre os dois povos. Donald Trump que também se deslocou ao territórios palestinianos, onde se avistou com o Presidente Mahmud Abbas, reiterou a vontade dos Estados Unidos continuarem a apoiar o Estado hebreu, bem como defender os israelitas contra os inimigos comuns, incluindo o Irão.

Publicidade

   O Chefe de Estado americano, que aposta na proximidade das relações entre dirigentes, afirmou em Jerusalém que ele vai empenhar-se pessoalmente para ajudar Israel e os dirigentes palestinianos a concluir um acordo, sobre o conflito que há mais de cinco décadas põe frente a frente os dois povos. Depois ter insistido na facilidade da procura de uma solução para o conflito israelo-palestiniano, o Presidente dos Estados Unidos, uma vez na região, foi confrontado com as complexidades do problema.

No decurso de um encontro com dirigentes políticos e outros dignitários de Israel, Donald Trump sublinhou que não será fácil fazer a paz . Ambas partes envolvidas no processo deverão tomar decisões difíceis. Mas com determinação e compromisso , bem como a convicção de que a paz é possível, disse o Presidente Trump, os israelistas e os palestinianos conseguirão chegar à um acordo. O Chefe de Estado americano não se referiu à solução de dois Estados, que continua a ser o objectivo da diplomacia americana e do resto da comunidade internacional.

 Donald Trump afirmou igualmente que os Estados Unidos não deixarão a existência do Estado de Israel, ser ameaçada pelo Hezbollah libanês e o Hamas palestiniano, nem pelo Irão. O discurso de Trump, efectuado após o seu encontro com o Presidente Mahmud Abbas em Belém, foi bastante aplaudido pela direita israelita. Durante o seu encontro com Donald Trump, Abbas , reiterou a necessidade de aplicar a solução de dois Estados, por intermédio da criação de um Estado palestiniano tendo como capital Jerusalém-este.

    

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.