Acesso ao principal conteúdo
ONU

Conselho dos direitos humanos da ONU reunido em Genebra

A 36a sessão do Conselho dos direitos humanos das Nações Unidas em Genebra, 19 de Setembro de 2017.
A 36a sessão do Conselho dos direitos humanos das Nações Unidas em Genebra, 19 de Setembro de 2017. REUTERS/Denis Balibouse
Texto por: RFI
1 min

Termina amanhã a 36a conferência dos direitos humanos das Nações Unidas que teve como objectivo fazer um ponto da situação sobre as violações mais graves contra os direitos humanos no mundo. O relatório apontou o dedo às violências ocorridas na República Democrática do Congo e na República Centroafricana.

Publicidade

O Conselho dos direitos humanos das Nações Unidas reunido em Genebra debateu as situações da República Democrática do Congo e da República Centro-africana.

Segundo o Conselho dos direitos humanos da ONU, devem ser feitas investigações credíveis sobre as violações dos direitos humanos cometidas pelas forças da defesa e da segurança congolesas no Cassai, em Abril de 2016, que resultaram numa das piores crises humanitárias que fez mais de 5000 mortos e 1,6 milhões de deportados e refugiados num período de apenas um ano.

No que diz respeitos às acusações de um suposto genocídio em curso na República Centro-africana, o Presidente deste país, presente em Genebra, descartou poder falar-se em genocídio.

De lembrar que o último golpe de Estado levado a cabo pela rebelião dita "seleka", maioritariamente muçulmana, suscitou uma vaga de violência que a opós a milícias conhecidas como "anti-balaka" da popolução cristã, maioritária na RCA.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.