Espanha

Catalunha: Carles Puigdemont será destituído ?

Presidente regional Carles Puigdemont juntou-se a centenas de milhares de manifestantes independentistas sábado 21/10 em Barcelona.
Presidente regional Carles Puigdemont juntou-se a centenas de milhares de manifestantes independentistas sábado 21/10 em Barcelona. REUTERS/Ivan Alvarado

 Soraya Saenz de Santamaria, vice-presidente do governo espanhol afirma que Carles Puigdemont deixará de exercer funções, após a aprovação pelo Senado esta sexta-feira da activação do artigo 155 da Constituição.

Publicidade

Depois de no passado sábado (21/10) o governo de Mariano Rajoy ter anunciado a activação do artigo 155 da Constituição que suspende a autonomia da Catalunha, o governo regional de Carles Puigdemont apela os catalães a "fazerem frente" e ameaça proclamar a independência da República da Catalunha perante o parlamento catalão que se reúne na próxima quinta-feira (26/10), para analisar o que consideram uma "agressão institucional".

No dia seguinte, sexta-feira (27/10) o Senado deverá aprovar a decisão governamental de accionar o artigo 155 e se tal acontecer dar-se-á a destituição de Carles Puigdemont e a tutela de Madrid sobre as instituições catalãs, polícia, bombeiros e medias públicos, como a TV3 acusada de "propaganda separatista".

Já esta segunda-feira a vice-presidente espanhola Soraya Saenz de Santamaria, veio reiterar que Carles Puigdemont poderia exprimir-se perante o Senado mas advertiu "o Presidente catalão deixará de assumir tais funções, assim que for publicado o acordo, a sua assinatura deixará de ter validade, ele não poderá adoptar decisões válidas, nem vinculativas para terceiros, nem para o seu próprio governo, em função do artigo despoletado...e não poderá exercer as suas funções, deixará de receber ordenado e perderá os atributos próprios de um Presidente regional na sequência da adopção desta medida".

Soraya Saenz de Santamaria, vice-presidente de Espanha

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI