Bélgica/Espanha

Bélgica: Carles Puigdemont entregou-se à justiça

Carles Puigdemont, Presidente destituído do governo regional da Catalunha.
Carles Puigdemont, Presidente destituído do governo regional da Catalunha. REUTERS/Yves Herman

Carles Puigdemont, presidente destituído da Catalunha, e quatro membros do seu executivo entregaram-se neste domingo à policia belga, onde lhes foi notificado o mandado de detenção europeu.

Publicidade

Pouco passava das 9 horas da manhã quando Carles Puigdemont e outros quatro membros do governo destituído da Catalunha, se entregaram num posto da polícia no centro de Bruxelas. Na Procuradoria foi-lhes depois notificado o mandado de detenção europeu enviado pela Justiça espanhola que os acusa de rebelião, sedição e desvio de fundos públicos.

Os cinco devem ser ouvidos ainda hoje por um juiz de instrução que decidirá nas próximas 24 horas se os mantém detidos ou em liberdade condicional até à decisão definitiva das autoridades belgas.

O procedimento até uma decisão final pode demorar 60 dias, ou mesmo 3 meses, em caso de circunstâncias excepcionais.

A possibilidade de Carles Puigdemont fazer campanha a partir da Bélgica durante esse período cabe ao juiz de instrução.

Nos últimos dias, o líder separatista mostrou-se determinado em fazer campanha para as eleições de 21 de Dezembro.

Mais pormenores com o nosso correspondente Vasco Gandra.

Correspondência de Vasco Gandra

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI