Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Acordo de princípio para o Brexit

Theresa May e Jean-Claude Juncker
Theresa May e Jean-Claude Juncker REUTERS/Yves Herman
Texto por: RFI
2 min

A Comissão Europeia aceitou passar para a segunda fase das negociações para concretizar o divórcio com o Reino Unido. Ainda falta o aval dos 27 países, mas Jean-Claude Juncker e Theresa May conseguiram um primeiro entendimento esta manhã, em Bruxelas.

Publicidade

A Comissão Europeia anunciou hoje ter chegado a um "acordo equilibrado" com Londres sobre as condições da saída Reino Unido da União Europeia.

Segundo Bruxelas, foram efectuados “progressos suficientes” nos três domínios prioritários: direitos dos cidadãos, diálogo sobre a Irlanda/Irlanda do Norte e acordo financeiro com o Reino Unido, considerando o negociador-chefe da UE, Michel Barnier, que “serão protegidas as opções de vida dos cidadãos da UE que vivem no Reino Unido”.

O acordo hoje alcançado garante que não existe uma fronteira física entre a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, sublinhou a primeira-ministra britânica. Theresa May garantiu ainda que os três milhões de cidadãos da União Europeia que vivem no Reino Unido vão manter os mesmos direitos depois do Brexit.

No âmbito da factura do Brexit, Londres compromete-se ainda a pagar entre 40 a 60 mil milhões de euros.

Já o Tribunal de Justiça da UE poderá decidir sobre direitos dos cidadãos até 2027, determina o documento divulgado pela Comissão Europeia sobre as negociações.

O presidente do Conselho Europeu advertiu que o mais difícil das negociações com o Reino Unido sobre o Brexit ainda está para vir.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.