Convidado

Senado argentino disse "não" a aborto

Áudio 05:50
Manifestantes anti-aborto na Argentina
Manifestantes anti-aborto na Argentina REUTERS/Martin Acosta

Esta semana o Senado argentino votou contra o projecto de despenalização do aborto voluntário com 38 votos contra, 31 a favor e duas abstenções.Os riscos relacionados com abortos clandestinos são a principal causa de morte de mulheres grávidas na Argentina. Das 25 províncias, apenas nove têm protocolo para que as mulheres possam abortar legalmente, mas esta medida nem foi legislada explica o empresário português em Buenos Aires, Rodolfo Rivotti.