Itália

Colapso de viaduto provoca 30 mortos em Génova

O viaduto, na autoestrada número 10, atravessa um dos vales da cidade de Génova.
O viaduto, na autoestrada número 10, atravessa um dos vales da cidade de Génova. REUTERS/Stefano Rellandini
Texto por: RFI
4 min

Em Itália, o colapso de um viaduto em Génova provocou cerca de 30 mortos e deixou 13 feridos, alguns em estado grave. De acordo com as autoridades, a ponte caiu numa altura em que chovia torrencialmente. Os bombeiros descrevem um cenário dantesco.

Publicidade

“Um desastre inaceitável” denunciou o ministro italiano do interior Matteo Salvini, que prometeu tudo fazer para determinar os responsáveis pelo colapso da infraestrutura, acrescentando que é “inaceitável morrer desta forma em Itália”. Matteo Salvini aproveitou o momento para lembrar que a segurança do cidadãos italianos deve estar acima dos compromissos externos do país.

Também o ministro dos Transportes, Danilo Toninelli, sublinhou que o desastre mostra o estado de degradação das infraestruturas em Itália e a falta de manutenção e que "os responsáveis terão agora de pagar".

Esta terça-feira, uma grande parte da ponte Morandi caiu. O viaduto, na autoestrada número 10, atravessa um dos vales da cidade de Génova. Segundo o comandante da Protecção Civil, Angelo Borrelli, "no momento do colapso, transitavam na ponte 30 a 35 carros e três veículos pesados" que terão caído de uma altura de 45 metros.

A ponte passava por cima de vários edifícios, estradas e uma linha ferroviária. Foi construída entre 1963 e 1967, e terá sido alvo de obras de renovação em 2016, segundo a agência de notícias Reuters. De acordo com os bombeiros, no momento do colapso, cerca das 10h30 (locais), caía uma tempestade sobre Génova.

Colapso de viaduto em Génova

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI