VENEZUELA/BRASIL

Venezuela: refugiados em risco nos países vizinhos

Captura de ecrã de um vídeo da AFP com populars de Pacaraima queimando bens de imigrantes venezuelanos a 18 de Agosto de 2018.
Captura de ecrã de um vídeo da AFP com populars de Pacaraima queimando bens de imigrantes venezuelanos a 18 de Agosto de 2018. Isac DANTES / AFP
Texto por: RFI
3 min

Em Pacaraima, Estado de Roraima, norte do Brasil o roubo e agressão de um comerciante atribuído a venezuelanos levou à destruição este fim de semana de pertences dos refugiados por parte da população local. 

Publicidade

Muitos venezuelanos acabaram por atravessar a fronteira rumo ao seu país de origem por temerem pela vida.

No primeiro semestre deste ano quase 57 000 venezuelanos procuraram asilo no vizinho Brasil, Caracas apelou a Brasília para que fossem tomadas medidas para proteger os seus cidadãos.

O Equador exige, por seu lado, agora que os brasileiros apresentem na fronteira um passaporte, em vez do bilhete de identidade.

Situação temida pela Colômbia, país onde se refugiaram mais de 800 000 venezuelanos, beneficiando de uma autorização de residência provisória.

No Peru as autoridades prenderam ontem na capital 18 venezuelanos por situação irregular.

A grave crise económico-política venezuelano repercute-se cada vez mais na fuga de populações para os países vizinhos.

Crónica sobre venezuelanos nos países limítrofes

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI