Acesso ao principal conteúdo
AQUARIUS

Aquarius sem bandeira em rota para Marselha

Navio Aquarius afretados pelas ong SOS Méditerranée e MSF perde bandeira do Panamá e segue agora para o porto francês de Marselha.
Navio Aquarius afretados pelas ong SOS Méditerranée e MSF perde bandeira do Panamá e segue agora para o porto francês de Marselha. DARRIN ZAMMIT LUPI
Texto por: Miguel Martins
6 min

O barco humanitário Aquarius perdeu a bandeira do Panamá e vê-se obrigado a desistir de resgatar migrantes nas águas do Mar Mediterrâneo e está em rota neste momento para o porto francês de Marselha. A embarcação foi afretada pelas ongs SOS Méditerranée e MSF, organizações que denunciam a pressão política exercida pela Itália sobre o Panamá.

Publicidade

Antes de ostentar bandeira do Panamá o Aquarius também já tinha perdido a bandeira de Gibraltar.

As ong em causa denunciam a criminalização pelas autoridades europeias das operações de resgate no Mar Mediterrâneo e lembram a necessidade de proteger as vidas de pessoas em risco nas águas entre o norte de África e o sul da Europa.

O Aquarius estava em águas internacionais, ao largo da Líbia, em rota para Sul onde haveria uma embarcação que se teria afundado.

Aviões italianos teriam mesmo largado botes de borracha para permitir que as pessoas se salvem.

A MSF teria, porém, indicação da existência de corpos a flutuar.

Com a perda da bandeira do Panamá o navio Aquarius, o único a navegar na área para socorrer pessoas nas águas, tomou agora a rota de Marselha e aguarda por uma autorização da França para atracar nesse porto que poderá atingir dentro de quatro dias.

Ana Lemos, directora geral da MSF (Médicos sem fronteiras) Brasil descreve a situação em torno do navio humanitário Aquarius.

Ana Lemos, directora-geral da ong MSF Brasil

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.