França / Conselho de Ministros

França : Conselho de Ministros sob tensão

"Coletes amarelos" ameaçam com a radicalização do movimento contra o Presidente Macron e o Governo (imagem de ilustração)
"Coletes amarelos" ameaçam com a radicalização do movimento contra o Presidente Macron e o Governo (imagem de ilustração) FI

Realizou-se hoje o primeiro Conselho de Ministros de 2019, marcado pela preparação das reformas previstas pelo Executivo francês, mas também pela vontade clara do Governo de tomar iniciativas quanto ao movimento dos "coletes amarelos".

Publicidade

A tensão não baixou entre o Governo e os "coletes amarelos". O primeiro Conselho de Ministros de 2019 decorreu, hoje, debaixo da pressão do movimento popular que, ontem, Quinta-feira, publicou nas redes sociais uma "carta aberta" ao Presidente Emmanuel Macron, pedindo para ser recebido no Palácio do Eliseu.

Os "coletes amarelos" denunciam a repressão policial, não aceitam aquilo que consideram "medidazinhas" apresentadas pelo Presidente Macron, recusam participar no grande debate nacional, ameaçam a Presidência com a radicalização do movimento, e anunciam novas manifestações, nomeadamente amanhã, Sábado, em Paris e por toda a França.

Ainda nesta carta aberta dirigida ao Presidente francês, previnem que "a ira se vai transformar em ódio, se você (O Presidente francês, ndr) continuar no vosso pedestal a considerar o povo como se fossem todos uns patifes".

Foi neste contexto que decorreu o regresso ao trabalho do Governo francês, depois da quadra festiva do Natal e fim de ano, com a certeza de que 2019 vai ser um ano difícil. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI