Acesso ao principal conteúdo
Prémio

Václav-Havel atribuido a Ilham Tohti e Jovens dos Balcãs

Ilham Tohti
Ilham Tohti @iuhrdf.org
Texto por: RFI
2 min

Prémio de Direitos Humanos Václav-Havel 2019 atribuído ao intelectual uigur Ilham Tohti, detido desde 2014, e à Iniciativa dos Jovens para os Direitos Humanos para a reconciliação dos Balcãs.

Publicidade

O anúncio foi feito pelo Conselho Europeu, que justifica a decisão com o activismo de ambos em prol dos direitos humanos.

Ilham Tohti, turco de expressão francesa, encontra-se detido desde 2014 pela justiça chinesa. Condenado a prisão perpétua, acusado de separatismo, é membro da etnia muçulmana uigur, maioritária em Xinjiang, região do nordeste da China.

A sua pré-selecção para receber o prémio Václav-Havel já tinha desencadeado a ira de Pequim, que acusou o Conselho Europeu de “apoiar o terrorismo”.

Ao receber o prémio, Enver Can da fundação Ilham Tohti sublinhou que “este prémio recompensa uma pessoa, mas ao fazê-lo reconhece todos aqueles que vêem os seus direitos a serem violados. (…) Este prémio vai ajudá-lo [Ilham Tohti] a sobreviver na prisão e dá ao povo uigur força para continuar a lutar contra esta opressão”.

O segundo laureado pela organização pan-europeia de defesa dos direitos humanos e democracia foi a Iniciativa dos Jovens para os Direitos Humanos, criada em 2003, dedica-se à promoção da reconciliação e criação de laços entre os jovens nos Balcãs, lutando contra o reaparecimento do conflito étnico que devastou a região ao longo de anos.

Ivan Djuric, um dos responsáveis pela iniciativa, lembrou que a cooperação regional nos Balcãs continua marcada “pela raiva e desconfiança, pelos preconceitos e pelas heranças de guerra (…) As sociedades dos nossos países ainda não renunciaram aos sues programas bélicos de ideologia nacionalista”.

Criado em 2013, o prémio Vaclav-Havel recompensa as acções excepcionais da sociedade civil na defesa dos direitos do Homem.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.