Acesso ao principal conteúdo
COP25

COP25: União Europeia quer neutralidade climática em 2050

COP25 decorreu em Madrid.
COP25 decorreu em Madrid. REUTERS/Susana Vera
Texto por: Marco Martins
2 min

A COP25, a cimeira do clima que decorre em Madrid em Espanha, encerra nesta sexta-feira. A União Europeia assinou um compromisso para alcançar a neutralidade climática em 2050, um dos raros acordos assinados durante esta cimeira.

Publicidade

A União Europeia, excepto a Polónia, assumiu o compromisso de alcançar a neutralidade climática em 2050.

Depois de quase nove horas de negociação, os líderes europeus viram-se obrigados a acrescentar um novo parágrafo ao rascunho de conclusões que tinha sido previamente preparado, de forma a acomodar as objecções levantadas pela Polónia.

Este objectivo de 2050 está em linha com os objectivos do Acordo de Paris. No entanto a Polónia não aceitou. O primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, justificou a sua posição, afirmando que o país vai reduzir as emissões de CO2 e cumprir a meta da neutralidade carbónica “no seu próprio ritmo”.

Quando à chanceler da Alemanha, Angela Merkel, qualificou este acordo como “um progresso”.

No que diz respeito à COP25, não houve realmente desenvolvimentos a nível geral, visto que países como os Estados Unidos, a China, a Índia, o Japão ou ainda o Brasil não mostraram vontade em assinar acordos para lutar cada vez mais contra as alterações climáticas. Aliás recorde-se que o Governo norte-americano saiu do Acordo assinado em Paris.

A COP26 terá lugar em Novembro de 2020 em Glasgow na Escócia.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.