Acesso ao principal conteúdo
Ucrânia

Gravação embaraçosa leva PM da Ucrânia a entregar demissão

O Primeiro-ministro Oleksiï Gontcharuk, no passado 29 de Agosto de 2019.
O Primeiro-ministro Oleksiï Gontcharuk, no passado 29 de Agosto de 2019. REUTERS/Gleb Garanich
Texto por: Liliana Henriques
4 min

O Primeiro-ministro ucraniano Oleksïï Gontcharuk entregou hoje a sua demissão ao Presidente Zelenski depois de ter circulado nas redes sociais uma gravação aparentemente do mês passado em que o interessado qualifica de "primitivas" as noções de economia do chefe de Estado que antes de chegar ao poder no passado mês de Agosto era humorista.

Publicidade

Nesta gravação clandestina, alegadamente efectuada no passado 16 de Dezembro, durante uma reunião em que o Primeiro-ministro e membros do seu executivo estavam a discutir sobre a melhor forma de explicar ao chefe de Estado as suas decisões em matéria de economia, Oleksïï Gontcharuk terá declarado -de acordo com o que se ouve na gravação- que era "necessário dar explicações simples porque Zelensky tem uma compreensão verdadeiramente primitiva da economia".

"O conteúdo desta gravação cria artificialmente a impressão de que a minha equipa e eu próprio não respeitamos o presidente que é o nosso dirigente político, o que não é verdade" indicou hoje o chefe do governo numa declaração publicada no Facebook, Gontcharuk afirmando que a referida gravação era uma falsificação montada a partir de vários fragmentos de conversa em diferentes reuniões governamentais. "Contudo, no intuito de afastar qualquer dúvida sobre o nosso respeito e confiança para com o Presidente, escrevi uma carta de demissão e entreguei-a ao Presidente", rematou ainda o Primeiro-ministro.

Do lado da presidência, apenas filtra que essa demissão está a ser examinada, Volodymyr Zelensky tendo ordenado às forças de segurança uma investigação para determinar no prazo máximo de duas semanas a origem da referida gravação, assim como a aplicação de medidas tornando impossível qualquer gravação clandestina no interior dos edifícios governamentais, uma "questão de segurança nacional" segundo a presidência deste pais onde casos semelhantes já aconteceram no passado.

Mais pormenores aqui.

Gravação embaraçosa leva PM da Ucrânia a entregar demissão

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.