Saúde/Itália

Itália: autoridades decretam medidas drásticas para combater propagação de Covid-19

O  Primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte em Janeiro de 2020.
O Primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte em Janeiro de 2020. AFP

A epidemia de coronavírus na Itália atinge uma nova fase, com o decreto de estado de emergência nacional pelo Primeiro-ministro,Giuseppe Conte. Conte anunciou a suspensão de todos os grandes eventos públicos e privados no norte do país, sobretudo na Lombardia e regiões vizinhas, e lançou um apelo aos seus compatriotas italianos, para que estes compreendam a necessidade das novas restrições.O chefe do governo italiano sublinhou que o país deve cuidar de si próprio,de forma evitar a evitar o pior. 

Publicidade

Um quarto da população italiana foi confinada a restrições,depois das medidas drásticas decretadas no domingo e anunciadas pelo Primeiro-ministro italiano,Giuseppe Conte.

O decreto que estipula nomeadamente os horários de abertura e de encerramento de lugares públicos, como bares e restaurantes, abrange a Lombardia e as 14 províncias vizinhas.

Todas as manifestações e eventos de carácter público e privado serão suspensas, bem como a circulação de pessoas,de e para fora das regiões do norte da Itália.

            

O chefe do governo italiano apelou a compreensão dos seus compatriotas e considerou necessárias as restrições decretadas, que suspendem uma miríade de actividades públicas, o âmbito da luta contra a epidemia de Covid-19.    

Primeiro-ministro italiano,Giuseppe Conte 08 03 2020

 

" São suspensas as cerimónias civis e religiosas, incluindo fúnebres. Suspensas também as  grandes manifestações  assim como eventos  em  lugares  públicos e  privados, inclusivé  as de carácter cultural, lúdico, desportivo e religioso. E também em última instância,  em lugares fechados mas  abertos ao público, como grandes eventos, cinemas, teatros, escolas de dança, salas de jogo, lugares de apostas públicas, salas de casino e discotecas.

 São suspensas igualmente  as  actividades dos museus, institutos e centros culturais. Nos comércios  abertos, como restaurantes, bares, salas de jogo, as pessoas devem respeitar obrigatóriamente uma distância de segurança, de pelo menos um metro. Se estas medidas não forem respeitadas, as actividades desses comércios serão suspensas e os responsáveis sancionados".     

                                                                                                                      (Giuseppe  Conte)  

O ministro dos Desportos da Itália, Vincenzo  Spadafora  apelou igualmente  Domingo a  suspensão imediata do campeonato de futebol da primeira liga italiana (Serie A).

Numa declaração através das redes sociais, Spadafora afirmou que a Federação Italiana de Futebol, deve considerar a suspensão imediata do campeonato, de modo a evitar a propagação do novo coronavírus e pôr em perigo as vidas dos jogadores, das equipas técnicas, dos árbitros e dos adeptos.

Desde que a epidemia de Covid-19 foi declarada, na cidade chinesa de Wuhan, em Janeiro de 2020, a  Itália registou a  morte de 233 pessoas.

             

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI