Acesso ao principal conteúdo
Brasil

Brasil: Crise aberta entre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil.
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil. © AFP/Archivos
Texto por: RFI
3 min

No Brasil, a exoneração do director-geral da polícia federal pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, provocou a demissão do ministro da justiça, o popular Sérgio Moro, ex-juiz que comandou a operação Lava Jato e condenou o ex-presidente Lula.

Publicidade

Jair Bolsonaro já tinha tentado tirar o director-geral da polícia federal do cargo em Agosto passado. Ele tinha em mãos a investigação do caso de uma campanha de notícias falsas contra o Supremo Tribunal Federal, que ameaça Carlos Bolsonaro, o próprio filho do presidente. O chefe da polícia era um homem de confiança do ministro Sérgio Moro.

A saída de Sérgio Moro, pilar do governo, pode significar um duro golpe para a popularidade de Jair Bolsonaro. O ex-juiz comandou a operação Lava-Jato, maior caso de corrupção e lavagem de dinheiro já apurado no Brasil, que levou à condenação do ex-presidente Lula, quando ele liderava as sondagens para a eleição de 2018, finalmente ganha por Jair Bolsonaro.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Pierre le Duff.

Correspondência de Pierre Le Duff 24-04-2020

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.